Núcleo Duro 2018-07-30T09:04:58+00:00

NÚCLEO DURO

O Centro Scalabriniano de Estudos Migratórios definiu um Núcleo-duro para seu Programa de Pesquisas, que é adotado como princípio condutor temático e metodológico para a elaboração e a execução de Pesquisas e estudos, a médio e longo-prazo.

A adoção de um Núcleo-duro contribui para uma maior especificidade e favorece o rigor e a qualidade dos processos e dos resultados que o Centro se propõe alcançar, perante o grande leque de possibilidades que os estudos migratórios contemplam, além de pressupor uma continuidade no tempo e no estudo de um tema de interesse.

O Núcleo-Duro do programa de Pesquisa do CSEM está ancorado na promoção e defesa da vida e da dignidade humana dos sujeitos em situação de mobilidade, sua capacidade de resiliência, de resistência e de incidência, em seus próprios processos e nos eventos e significados dos processos históricos dos demais atores envolvidos em nível micro ou macro estrutural e pode ser nomeado como protagonismo dos migrantes. Neste termo, compreende-se também a agency dos sujeitos, sua capacidade e potencialidade de atuar, incidir e transformar os fatos e os significados, interpretar desafios e tomar decisões para si e para os seus e participar dos processos das sociedades nas quais passa a fazer parte.

O termo inclui ainda a atitude interior diante das provas e das oportunidades dos percursos históricos e migratórios, assim como as palavras e ações relacionadas com as interações e os sistemas dentro dos quais migrantes e refugiados participam ou são submetidos enquanto atores em situação de mobilidade ou a causa dessa. Os sujeitos que a definição cita, obrigatoriamente sucinta, inclui simbolicamente todas as categorias das pessoas em situação de mobilidade que os estudos e a prática jurídica define como integrantes das populações em deslocamento, com exceção do turismo.

A opção do Núcleo-duro definido como Protagonismo dos Migrantes está também de acordo e segue conceitualmente e estrategicamente a opção institucional que rege o Centro, que é o Carisma da congregação das Irmãs Missionárias Scalabrinianas (MSCS), que tem nos migrantes e refugiados, especialmente os que passam por situação de vulnerabilidade, seu foco de ação e interesse.