O produto final da conferência “Reconstruindo Vidas nas Fronteiras: desafios no atendimento junto a migrantes e refugiados”, ocorrida em Johanesburgo, África do Sul em dezembro do último ano, acaba de ser lançado pelo CSEM. A publicação conta com textos que reproduzem os debates do evento e refletem a temática das fronteiras e destaca a atuação missionária das Irmãs Missionárias de São Carlos Borromeo-Scalabrinianas (MSCS) junto aos migrantes e refugiados(as). 

Para Marlene Wildner, autora que organizou o livro, Irmã Scalabriniana e Diretora do Centro de Estudos, reconstruir vidas nas fronteiras é o desafio que migrantes e refugiados(as) assumem para si e para os seus a cada passo que os aproxima ou distancia de alguma fronteira física, familiar ou estranha, nas travessias da jornada migratória ou de busca por refúgio e vida, em outras terras. 

Wildner conta que as Irmãs Missionárias Scalabrinianas fazem da reconstrução da vida nas fronteiras sua missão e a meta última de sua dedicação em muitas realidades locais, próximas ou distantes das fronteiras territoriais, fazendo-se migrantes com pessoas e povos que se deslocam em busca de vida, dignidade e um futuro melhor. 

Na conferência foram apresentadas e discutidas experiências de atendimento por agentes pastorais e resultados de pesquisas realizadas pelo CSEM sobre ações concretas que respeitam e valorizam o protagonismo e a autonomia dos migrantes, executadas por pessoas e instituições que visam auxiliar essas pessoas em suas passagens pelas fronteiras. 

Assim nasceu o livro homônimo ao nome da Conferência, podendo ser adquirido aqui em formato físico, ou acessado gratuitamente em versão digital.