Nossas redes sociais

idi braQuando éramos crianças, nos manuais de história, líamos atrozes e cruéis narrações de escravidão e servidão, massacres e genocídios, apartheids raciais e discriminações, violações hediondas e sistemáticas dos direitos humanos.

 Editorial da Resenha nº 68

 Quando éramos crianças, nos manuais de história, líamos atrozes e cruéis narrações de escravidão e servidão, massacres e genocídios, apartheids raciais e discriminações, violações hediondas e sistemáticas dos direitos humanos. Em geral, esseseventos do passado nos despertavam repulsão e rejeição. Com o tempo, avaliando de forma mais crítica a realidade em que vivemos, percebemos que o mundo contemporâneo não é tão diferente em relação ao passado. Hoje, talvez, essasviolações hediondas sejam um pouco mais dissimuladas ou ideologicamente legitimadas, mas continuam presentes.

 Clique aqui para ler o artigo completo em Português

Pular para o conteúdo