“Chamado de Mare Nostrum pelos antigos Romanos, o Mediterrâneo tornou-se, nos últimos anos, um Mare Mortuum, um verdadeiro “cemitério”. Os numerosos corpos de náufragos encalhados nas costas são apenas uma amostra dos milhares e milhares de seres humanos que não conseguiram superar a última fronteira geográfica rumo ao sonho europeu. Ou melhor, rumo à segurança.

Ano de Publicação: 2017