Convivendo com o diferente: desmigração, exclusão, multiculturalismo.

Rosita Milesi (org.)
Brasília: CSEM, 1999.

O fenômeno das Migrações assume características próprias em cada época e lugar em que ocorre. Se a igreja, o Estado, as Instituições e os agentes de pastoral quiserem dar uma resposta adequada aos migrantes é preciso, antes de tudo, compreender o sentido da mobilidade humana e os protagonistas da mesma, que são os migrantes. E tudo isso, com o único objetivo de afirmar valores que possibilitem melhor qualidade de vida a todos.
Com o objetivo de oferecer alguns pressupostos para a compreensão do fenômeno da mobilidade humana e a busca de respostas a partir de uma ótica pastoral, o Centro Scalabriniano de Estudo Migratórios (CSEM) coloca, em boa hora, ao alcance de todos, Este valioso subsídio que mostra como este fenômeno vem sofrendo sensíveis mudanças no atual contexto da globalização.
O presente volume é importante para aprofundar conceitos inerentes aos problemas migratórios, desde o da desestruturação dos componentes culturais a que está sujeito o migrante, em virtude da própria mobilidade. Propõe a superação de um conceito de Estado Cultural e socialmente homogêneo, para dar lugar a um Estado pluriétnico e multicultural, onde possam conviver povos de iguais direitos e diferentes culturas e onde sejam reconhecidos a pluralidade dos povos e os direitos de todos.

By | 2018-07-27T15:57:29+00:00 13 de julho de 2018|Comentários desativados em Convivendo com o diferente: desmigração, exclusão, multiculturalismo.