O Trabalho Escravo Contemporâneo é um fenômeno próprio dos processos de produção que experimentamos no atual momento do desenvolvimento capitalista, não apenas no Brasil, mas em todas as regiões do mundo.

Dentre os muitos pontos de análise sobre o tema que merecem atenção, estão o olhar para as populações em mobilidade e as condições de vulnerabilidade que expõem trabalhadores aos riscos desse tipo de exploração.

Neste episódio do podcast “Migração em foco”, Vitor Camargo entrevista Natália Suzuki, coordenadora do programa de educação “Escravo, nem pensar!”, da ONG Repórter Brasil, e doutoranda em ciência política pela USP. A conversa toma como base o estudo “Trabalho escravo e gênero: quem são as trabalhadoras escravizadas no Brasil?”, publicado pela Repórter Brasil, para refletir sobre os resultados da pesquisa a partir das chaves da migração e dos estudos de gênero.

Confira o podcast Migração em foco :  Ep.03 Trabalho escravo, gênero e migração