O Departamento de atendimento pastoral para migrantes e refugiados(as) da Arquidiocese de Johanesburgo, África do Sul, através de sua coordenadora, a Irmã Scalabriniana Marizete Garbin, divulga um balanço de atividades e trabalhos feitos durante o ano de 2019.  

No mês de setembro, as Irmãs Scalabrinianas completam 21 anos de trabalho pastoral na arquidiocese, atendendo migrantes, refugiados(as) e moradores da região. De janeiro deste ano até o presente momento, 3.501 pessoas de oito nacionalidades diferentes receberam atendimento personalizado no departamento , entre eles, zimbabweanos, congoleses, lesotianos e malawianos. Para além destes, pelo menos mais 1.000 pessoas foram beneficárias diretas través de atividades de formação e conscientização realizadas pelo departamento.

 Workshop com pessoas do atendimento sociopastoral a migrantes e refugiados das paróquias, em 28 de setembro
Foto: Reprodução/Archdiocese of Johannesburg

O departamento prestou assistência às pessoas que buscaram atendimento por meio de alimentação, vestimentas, cobertores, brinquedos para crianças, uniformes e mochilas escolares para alunos, além de auxílio para avaliar a documentação legal destes migrantes (orientação legal e transporte para o departamento de assuntos internos do governo, que trata dos vistos para migrantes e do estatuto para solicitantes de refúgio).

De janeiro a outubro deste ano, 150 alunos se formaram nas aulas de inglês dos cursos oferecidos pelo departamento e que são administradas nas dependências da Catedral Christ the King.

Merece destaque a realização dos vários encontros com lideranças nas comunidades visando a reconciliação, a integração e a promoção dos direitos de migrantes e refugiados. Nestes encontros foram tratados temas como: Cura e reconciliação na comunidade; Como lidar com a xenofobia nas comunidades; Direitos dos migrantes e refugiados na África do Sul.

No dia 30 de Junho o Departamento celebrou o primeiro dia de oração pelos migrantes e refugiados estabelecido pela Conferencia dos Bispos da África do Sul com atividades religiosas e culturais, além do envio de material para a celebração nas comunidades e realização de 5 entrevistas em português, inglês e francês pela Rádio Veritas.

Semanalmente o departamento realiza encontros celebrativos com as mulheres residentes e a equipe no Centro de Acolhida Bienvenu.

Confira o site do Departamento de Migrantes e Regufiados da Arquidiocese de Johanesburgo.

Scalabrinianas em Johanesburgo

Em Johanesburgo, além do Departamento na Arquidiocese, as Irmãs Scalabrinianas também atuam no Bienvenu Shelter, abrigo especializado no atendimento de mulheres e crianças refugiadas ou solicitantes de refúgio. Confira o site, conheça o projeto e saiba como ajudar aqui.