19 de julho de 2018

Nas últimas décadas cresceu o interesse dos países do Norte do mundo – aqueles economicamente mais ricos – em atrair   trabalhadores estrangeiros a fim de preencher carências de mão-de-obra em setores da economia. O envelhecimento demográfico, a baixa natalidade e a rejeição de determinados empregos por parte dos trabalhadores nacionais obrigaram, de fato, muitos países a “importar” estrangeiros, a fim de sustentar o crescimento econômico.

Editorial da Resenha nº 79 – junho/2010

DOWNLOAD ARTIGO