19 de julho de 2018

Por uma compreensão mais ampla das migrações forçadas” – Resenha n° 96 – 3° trimestre de 2014 -Tuíla Botega

A mobilidade humana no atual contexto de globalização, especialmente no que se refere à migração internacional, é marcada por uma maior diversificação dos fluxos e dos tipos de migrantes (migrantes laborais, qualificados ou não, estudantes, solicitantes de refúgio e refugiados). Tudo isso configura um quadro complexo e de múltiplas variáveis – sociais, culturais, psicológicas, econômicas, jurídicas, etc. – que fica evidente quando analisamos as migrações forçadas.

Realidades como os conflitos na Síria, Iraque e África, as crianças migrantes na América Central, a chegada de migrantes haitianos e refugiados africanos no Brasil, entre outros evidenciam situações de vulnerabilidade às quais os migrantes forçados ficam expostos e também ressaltam o risco de se cair em falsas redes de proteção, o que pode levar a graves situações de exploração.

DOWNLOAD ARTIGO
DOWNLOAD ARTIGO