19 de julho de 2018

As migrações ficarão problemáticas para muitos anos. Não há como achar uma solução rápida e definitiva. O século passado foi marcado pela tensão entre dois blocos políticos-econômicos. Hoje, com a globalização da economia, nova configuração do sistema capitalista, as sociedades se deparam com as populações migrantes batendo às portas seja dos países da América Latina, seja dos países ricos do hemisfério norte. O mundo se confronta com a porosidade das fronteiras no que toca não somente os movimentos de população, mas da saúde e do meio ambiente, apesar das tentativas de controle. Questões como estas, são desafios para as sociedades e exigem um salto qualitativo na organização política internacional e uma nova configuração da ordem institucional das sociedades.

Thierry Linard de Guertechin

DOWNLOAD ARTIGO