A- A A+

Agência da ONU lança pesquisa sobre migração de haitianos na América do Sul

 21.08.2017


A Organização Internacional para Migrações, OIM, e o Instituto de Políticas Públicas sobre Direitos Humanos do Mercosul lançaram uma avaliação sobre a migração do Haiti para países membros e associados ao bloco.

Os trabalhos de campos foram realizados em São Paulo no Brasil, Santiago no Chile, e Buenos Aires na Argentina.

Brasil

O estudo usou questionários institucionais e normativos sobre migrantes haitianos em cada um dos países do Mercosul. Além disso, o trabalho incluiu entrevistas com foco nas condições e estratégias de recepção e assistência aos migrantes do Haiti em São Paulo, Santiago e Buenos Aires.

De acordo com a pesquisa, o Brasil é o país com o maior número de haitianos. Até o fim de 2016, 67 mil residências haviam sido concedidas, entre temporárias e permanentes. No Chile foram 18 mil permissões até o fim de 2015 e na Argentina menos de 1,2 mil.

O estudo inclui recomendações de políticas públicas em duas áreas de ação: procedimentos de entrada e vistos e mecanismos de integração no país de destino.

Para o especialista da OIM e coordenador do estudo, Matteo Mandrile, o dinamismo da diáspora haitiana exige o desenvolvimento e implementação de políticas públicas de mobilidade e integração, especialmente considerando que migrantes do Haiti na América do Sul se estabeleceram, mas, ao mesmo tempo, uma parte continua se movendo dentro da região.

O estudo foi financiado pelo Fundo de Desenvolvimento da OIM e o Governo do Brasil. A pesquisa faz parte de uma série de projetos que a OIM está implementando na América do Sul em relação à migração haitiana. Estes incluem um estudo sobre o fluxo ao Brasil em 2014, que analisou as principais rotas migratórias ao país, e uma pesquisa em 2016 sobre a inserção de haitianos no mercado de trabalho na região sul e no Distrito Federal.

Fonte:www.unmultimedia.org

COMPARTILHE
NOTÍCIAS

Canada al voto, ma sembra un referendum su sicurezza e immigrazione

COMPARTILHE

Gli ultimi sondaggi nazionali in vista del voto di domani per il rinnovo del parlamento federale indicano un probabile testa a testa tra i conservatori di Harper, stimati intorno al 30% e i liberali guidati da Justin Trudeau, dati al 29%.

Leia mais...

Lampedusa, la strage delle donne: “Molte sono ancora nel relitto”

COMPARTILHE

Una corona di fiori. E’ l’omaggio per le vittime della strage che i pescatori di Lampedusa hanno fatto raggiungendo in barca il luogo del naufragio. Naufragio nel quale la gran parte delle vittime è composta da donne. E’ quanto emerge dai racconti fatti dai superstiti: dei 111 corpi recuperati, infatti, 49 sono donne mentre tra i 155 superstiti sono solo 4 le donne presenti.

Leia mais...
BIBLIOTECA

biblioteca

O CSEM possui uma biblioteca especializada em migrações abrangendo em seu acervo aproximadamente 3 mil livros, periódicos e revistas científicas de vários países. 

Para consultar nossa biblioteca online visite o site da biblioteca e pesquise em nosso acervo.Horário de funcionamento: segunda a sexta-feira, das 9h às 17h


Centro Scalabriniano de Estudos Migratórios - CSEM
SRTV/N Edificio Brasília Radio Center
Conj. P - Qd. 702 - Sobrelojas 01/02
CEP: 70719-900 - Brasília - DF / Brasil
Tel/Fax: +55 (61) 3327 0669
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

twitter   facebook