A- A A+

ESTADÍSTICAS DE MIGRACIÓN LABORAL: MAPEO Y ANÁLISIS EN 5 PAÍSES DE AMÉRICA LATINA Y EL CARIBE

Entre 2000 a 2010, houve um aumento significativo no Brasil da população de imigrantes chineses e sul-americanos, especialmente bolivianos, colombianos, peruanos e paraguaios. Os dados são de uma publicação da OIT que mapeia e analisa as estatísticas sobre migração laboral de cinco países da América Latina e do Caribe. 

Apesar de existir um predomínio de homens entre os imigrantes que trabalham em todos os países estudados, a pesquisa indica que as mulheres imigrantes são mais propensas a participar do mercado de trabalho do que as mulheres nativas. O Brasil é a exceção: o índice de masculinidade entre os imigrantes trabalhadores é mais alto (200 homens para cada 100 mulheres) do que entre a população brasileira (129 homens para cada 100 mulheres).

O estudo destaca que as mulheres imigrantes sofrem uma desvantagem dupla para se inserir no mercado de trabalho, por causa da discriminação de gênero e contra a condição de imigrante. Elas estão mais expostas ao setor informal, aos baixos salários e a piores condições de trabalho. No mundo todo, a tendência é de que as mulheres imigrantes tenham empregos não regulamentados, como o trabalho doméstico e o trabalho sexual.

A publicação recomenda algumas ações para melhorar a coleta de estatísticas de migração laboral, como a padronização de perguntas sobre idade e sexo dos trabalhadores.

Leia a pesquisa completa.

NOTÍCIAS

Zim women tops the migrants chart

COMPARTILHE

 She said women migration was a thorny issue. "You will find that women are the most affected people whenever we talk about migration. There are factors that lead the women’s migration. You find that during the war, women, just because they are defenceless, they are forced to migrate from one place to another and seek refuge with their children just because they cannot defend themselves," she said.

Leia mais...

Una marcha pide en Pamplona 'una política de acogida real' para migrantes

COMPARTILHE

Una manifestación, convocada en Pamplona por la plataforma Harrera Aurrera, ha congregado a varias decenas que han reivindicado "una política de acogida real" para todas las personas migrantes.

Leia mais...
REDES SOCIAIS

Conheça nossos canais dentro das redes sociais, participe, interaja, queremos ouvir você.

facebook  twitter

Centro Scalabriniano de Estudos Migratórios - CSEM
SRTV/N Edificio Brasília Radio Center
Conj. P - Qd. 702 - Sobrelojas 01/02
CEP: 70719-900 - Brasília - DF / Brasil
Tel/Fax: +55 (61) 3327 0669
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

twitter   facebook