A- A A+

CSEM e MIGRANTES pesquisam sobre migrações na Itália

O dinamismo e a variedade que a mobilidade humana alcança nas diversas localidades ocasiona novos desafios . Em especial a Itália, uma das portas de entrada para a Europa , é um dos maiores receptores de migrantes do mundo, com 8,2% de imigrantes sobre o total da populaçao do paìs, acolheu 118.000 refugiados no ano de 2015, segundo dados do ACNUR.
A partir de tal ralidade, o CSEM, em parceria com MIGRANTES, instituição ligada à Conferência Episcopal Italiana, captaram a necessidade de fazer um estudo para investigar os desafios que a migração coloca à Igreja naquele contexto. Dessa forma, busca aprofundar a reflexão sobre o impacto da migração no contexto eclesial local e sobre os principais desafios e oportunidades para a pastoral.
A pesquisa intitulada "a mobilidade humana no contexto eclesial italiano: desafios e oportunidades" terá a duração de oito meses e será coordenada pela pesquisadora do CSEM Carmem Lussi.

NOTÍCIAS

Quando le migrazioni diventano frontiere di nuova convivenza

COMPARTILHE

Voci a confronto. Moni Ovadia, l'ex ministro Riccardi, il sociologo Cipriani, il teologo Naro e la responsabile di "Non solo asilo" Cristina Molfetta dialogano sul Mediterraneo. La paura di un'invasione dell'Isis e l'accoglienza di profughi in fuga.

Leia mais...

Pope Hails Election of Sadiq Khan, Celebrates Mass Muslim Migration Into Europe

COMPARTILHE

 (Breitbart) – The Pope has hailed the election of Sadiq Khan as “Muslim” mayor of London, claimed mass Muslim migration is “necessary” for Europe, and blamed Paris and Brussels for the attacks on European soil. 

Leia mais...
REDES SOCIAIS

Conheça nossos canais dentro das redes sociais, participe, interaja, queremos ouvir você.

facebook  twitter

Centro Scalabriniano de Estudos Migratórios - CSEM
SRTV/N Edificio Brasília Radio Center
Conj. P - Qd. 702 - Sobrelojas 01/02
CEP: 70719-900 - Brasília - DF / Brasil
Tel/Fax: +55 (61) 3327 0669
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

twitter   facebook