A- A A+

Mobilidade humana: entre fronteiras e muros

 "Mobilidade humana: entre fronteiras e muros" - Resenha n° 104 - 3° trimestre de 2016 - Carmem Lussi

Na era da globalização se chegou a acreditar num mundo sem fronteiras, enquanto produtos e capitais financeiros já não as percebem e as pessoas as atravessam mais do que nunca. Turismo, viagens de trabalho, circulação de mercadorias, desenvolvimento. Os deslocamentos de pessoas chamaram a atenção para as fronteiras quando a linha geopolítica entre os Estados já se transformava em uma área discutível e discutida, que em várias regiões do mundo cedia o passo à prioritária circulação de bens e recursos, sobretudo financeiros, enquanto em outras se erguia como barreira e como sinal de divisão e de relações internacionais sem atenção pelo ser humano.

Clique aqui para ler o artigo completo 

Clique aqui para acessar à Resenha completa

 

NOTÍCIAS

ONU: ‘Precisamos reconhecer que migrantes e refugiados contribuem para sociedades’

COMPARTILHE

 Número de pessoas que residem fora do país de nascimento ou cidadania subiu de 170 para 250 milhões em cinco anos – aumento de 41%. Para vice-secretário-geral das Nações Unidas, é necessário opor-se à narrativa negativa que caracteriza o discurso atual sobre migração.

Leia mais...

Rifugiati, oltre 34 mila gli assistiti nel 2012 dal Centro Astalli

COMPARTILHE

Martedì 9 aprile la presentazione del Rapporto 2013 dell’associazione dei Gesuiti presente con 8 associazioni di rete, 49 operatori e 500 volontari.

Leia mais...
REDES SOCIAIS

Conheça nossos canais dentro das redes sociais, participe, interaja, queremos ouvir você.

facebook  twitter

Centro Scalabriniano de Estudos Migratórios - CSEM
SRTV/N Edificio Brasília Radio Center
Conj. P - Qd. 702 - Sobrelojas 01/02
CEP: 70719-900 - Brasília - DF / Brasil
Tel/Fax: +55 (61) 3327 0669
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

twitter   facebook